Você está aqui > Início Curiosidades Biologia Hipóteses sobre a origem da vida
Hipóteses sobre a origem da vida PDF Imprimir E-mail
Curiosidades - Biologia
Escrito por Administrador   
Sex, 28 de Maio de 2010 22:38

Com a aceitação da biogênese, surgiu a seguinte questão: Se os organismos são gerados a partir de outros, como se originou o primeiro organismo?

Há pelo menos três hipóteses propostas para responder à pergunta sobre a origem dos seres vivos na Terra:

a) Origem por criação divina (criacionismo)
Essa é a mais antiga de todas as hipóteses sobre a origem da vida e tem forte cunho religioso, sendo até hoje aceita por fiéis de várias religiões. Na década de 1970, floresceu, principalmente nos Estados Unidos da América, o chamado "criacionismo científico", com muitos adeptos. Segundo essa corrente, a Terra surgiu há apenas alguns poucos milhares de anos e os seres vivos foram criados individualmente por uma divindade, mantendo sua forma original até hoje. Eles não mudam ao longo do tempo: é o que se chama imutabilidade das espécies (fixismo). Os cientistas apontam evidências contra duas idéias dessa corrente: oa dados disponíveis até hoje sugerem fortemente que a Terra se formou há muito mais tempo, cerca de 4,5 bilhões de anos atrás, e os seres vivos mudam ao longo do tempo, ou seja, eles evoluem.

Apesar de muitas evidências que corroboram a evolução, o criacionismo científico é aceito por muitos até hoje.

b) Origem extraterrestre (panspermia)
Os seres vivos não se originaram na Terra, mas em outros planetas, e foram trazidos para cá por meio de esporos ou formas de resistência, aderidos a meteoritos que caíram em nosso planeta e ainda continuam caindo.

Essa hipótese não é muito esclarecedora. Se a vida não se formou na Terra, mas em outro planeta, como surgiu a vida nesse outro planeta? Continuamos sem resposta.

Nos meteoritos que caem atualmente na superfície terrestre têm sido encontradas algumas moléculas orgânicas, indicando que a formação dessas moléculas no Universo é mais comum do que se imaginava. Isso pode nos dar um indício de que há vida em outros planetas.

c) Origem por evolução química
A vida deve ter surgido da matéria inanimada, com associações entre as moléculas, formando substâncias cada vez mais complexas, que acabaram se organizando de tal modo que formaram os primeiros seres vivos. Essa hipótese foi inicialmente formulada de forma independente na década de 1920 pelos cientistas Aleksander Ivanovitch Oparin, bioquímico russo (1894-1980), e John Burdon Sanderson Haldane, biólogo inglês (1892-1964).

Esta é a corrente mais aceita pelos cientistas.

Para compreendermos melhor a hipótese de Oparin e Haldane, devemos procurar entender como deve ter sido nosso planeta antes do aparecimento dos seres vivos. Isso porque essa hipótese propõe que a vida surgiu da matéria bruta num momento da história da Terra em que as condições ambientais eram totalmente diferente das atuais. Nas condições da Terra atual não há mais possibilidade do surgimento dos seres vivos a partir da matéria bruta, como propunham os adeptos da abiogênese.

Acredita-se que toda a matéria que compõe o Universo atual estivesse comprimida em uma esfera extremamente pequena e que há cerca de 18 bilhões de anos essa esfera teria explodido, expandindo a matéria e formando de uma só vez todo o Universo.

Essa grande explosão é denominada Big-Bang. A expansão do Universo é observada até os dias de hoje, trazendo subsídios a favor dessa hipótese.

Após o Big-Bang e a partir da matéria proveniente dele teria surgido nosso Sistema Solar.

Nosso planeta se formou há cerca de 4,5 bilhões de anos. Pouco sabemos a respeito desses primeiros momentos da Terra, pois as rochas — estruturas que guardam registros importantes do nosso passado — só começaram a se formar há cerca de 3,9 bilhões de anos. Essa é a idade das rochas mais antigas de que se tem conhecimento na Terra atual. Antes da solidificação das rochas, a superfície do planeta era provavelmente formada por material fluido e quente.

Nas rochas mais antigas que se conhece não há registro de nenhum ser vivo, ou pelo menos de nenhum que nossa atual tecnologia possa reconhecer.

Os registros mais antigos de seres vivos foram encontrados em rochas formadas há 3,9 bilhões de anos; esses primeiros seres vivos eram semelhantes às atuais bactérias.

Como foi possível o surgimento desses seres vivos nas condições da Terra primitiva? A hipótese de Oparin e Haldane — explicada em detalhes neste website — procura responder a essa questão.

Referência:
LOPES, Sônia; MENDONÇA, Vivian Lavander. Bio: volume 1. São Paulo: Editora Saraiva, 2006. 479p.

Comentários (0)
Somente usuários registrados podem comentar!
Última atualização em Sáb, 29 de Maio de 2010 10:18
 

Eu recomendo:

pinguim_ubuntu